{Resenhando #46} Azar o Seu! - Carol Sabar

Azar o seu!

Título: Azar o Seu!
Autor: Carol Sabar
Editora: Jangada
Página: 467
Bia está parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, pensando em sua vida azarada. Sem emprego, atolada em dívidas, ela não imagina que está prestes a viver a grande coincidência da sua vida. O motorista do carro ao lado está buzinando, tentando se comunicar com ela, como se fosse um velho conhecido... E ele é! Mas Bia não o reconhece. E como poderia? Ele é um homem, não mais o garoto de dez anos atrás. Está mais encorpado, cortou o cabelo, livrou-se do aparelho nos dentes e das espinhas do rosto, está tão diferente, tão lindo... O motorista sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles têm que se jogar lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido deitado ao seu lado possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor! Os dois escapam juntos do tiroteio e, a partir daí, começam a se envolver, dia após dia... Guga, sem coragem de assumir sua verdadeira identidade. Bia, fascinada por ele e feliz consigo mesma por finalmente estar se apaixonando por alguém que não é Guga... Azar o seu! vai além de uma comédia romântica. É uma reflexão sobre a importância da amizade verdadeira, do perdão e do autoconhecimento, que nos resgata o poder de decidir sem medo e de reverter escolhas que nos impedem de ser feliz. Saiba mais: http://www.carolsabar.com.br/p/azar-o-seu.html

E cantamos Aleluia!
Aleluia porque enfim eu li Azar o Seu!, e aleluia porque a resenha chegou o/

Não sei onde tinha visto este livro pela primeira vez, só sei que sofri durante o ano inteiro de 2013 em busca de uma promoção onde o seu preço, até então intacto (R$40), abaixasse no mínimo uns 50%.
Mas como eu sou um pouco muito azarada, o preço nunca descia! Até que então, no dia 25/11/13 eu o recebi pelo correio.
"Ah Marcela, mas foi por mágica?" 
Não meus queridos e amados leitores, eu o ganhei de Amigo Secreto entre blogueiros o/ (De qualquer forma, agradeço todo dia a Mari por este presente <3)

Bom, eu o li no começo de Dezembro, mesmo sabendo que eu já ia amar a história, a narrativa, os personagens e tudo! E claro que... Eu tinha razão!

Bia está parada em um engarrafamento voltando de um velório de seu tio, com a combi "4 estações" um pouco debilitada. Do seu lado tem um motorista lindo acenando para ela como se a conhecesse. Mas ela não o conhece. Na verdade, não o reconhece.
Ele então sai do carro e começa a andar em direção da Combi até que começa um tiroteio. 

Ela já é adulta e está passando por aquelas fases de falência, pois não consegue arrumar emprego e trabalha na floricultura com seu pai. E além disso, nunca conseguiu esquecer seu amor de infância/adolescência, Guga. Ele era irmão de Raíssa, sua ex melhor amiga e foi embora em busca de seu sonho: A música. Mas neste engarrafamento ela não percebe que o mesmo está do seu lado.
E na hora que começa o tiroteio, estão deitados lado a lado para se protegerem.

Com a certeza de que está prestes a morrer e que o homem desconhecido ao seu lado -Guga- é um Amparador Espiritual, ela não mede esforços para tagarelar pedindo respostas e promessas.


"-[...] Sempre tive um sonho secreto em que ele voltava para o Brasil e me mostrava a explosão sexual do prazer.

-Explosão sexual do prazer?
-É -eu disse.- Aquela de que falam os romances de bancas, as novelas, os filmes como o Titanic [...] Eu nunca deslizei a minha mãozinha pelo vidro suado de um carro, a não ser para desembaçar o para-brisa! [...]
-Eu preciso morrer em paz -expliquei para ele.- Não tive coragem de confessar tudo isso dez anos atrás então agora estou implorando pela sua ajuda. Vai dizer ao Guga?
-Vou -respondeu o Amparador.
-Vai mesmo?
-Vou -disse ele. -Mas talvez ele já saiba"

Depois de um tempo, quanto tudo acaba e ela percebe que este Amparador ainda está com ela ambos vão embora juntos e a partir daí, constroem um laço de amizade muito forte... Mas ele nunca revela sua identidade.
Para ela, ele era simplesmente o "Cara". 
Não sabia nada sobre ele e ele sabia tudo sobre ela. Mas ela estava feliz pois tinha percebido que poderia se apaixonar por alguém que não seria Guga...pobre Bia!
O livro vai se desenrolando com o passar do tempo em que a amizade vai se fortalecendo e consequentemente fica mais difícil para Guga guardar sua identidade.

Se você, assim como eu tem algum preconceito com livros "enormes", não precisa se preocupar. 
Azar o Seu! flui tão perfeitamente que você não percebe e quando vê, já acabou!
O ponto forte do livro, com certeza, é a ingenuidade de Bia. Ás vezes, está tão na cara que o Cara, realmente é o Guga e ela não percebe! (Esse foi um dos pontos que irritou vários leitores... Mas eu adorei). 
E esse livro é engraçado!
E como!
Não tem uma parte, uma página que não te faça rir. 

Os personagens são construídos e acrescentados na história com uma harmonia de "tirar o chapéu", e muitas vezes, são essenciais para "incrementar a história". Como o pai de Bia, por exemplo. 

Nos livros em geral, quando a história possuí uma enrolação muito grande e os personagens ficam de mi mi mi sem resolverem nada, a leitura fica densa e o livro acaba perdendo a graça. Mas neste caso, é completamente o oposto. 
O que "movimenta" a história é a enrolação pois, convenhamos, em uma história dessa, quem não quer saber o desfecho?! 

Ah e claro, para quem não sabe... Azar o Seu! é um chick-lit nacional. Posso morrer de amores agora?
Em resumo, o livro é leve, gostoso, tem uma premissa super boa, é viciante e permite ao leitor embarcar nesta loucura comédia que é a vida de Bia depois da chegada do Cara.
Envolve também a relação familiar e as estruturas de uma verdadeira amizade. Uma vez que Guga está de volta, será inevitável não encontrarmos Raíssa na história. -Mesmo que apenas sendo citada.

Recomendado para os fãs de Chick -Lits (Kinsella, Cabot e Keyes) e também fãs de uma boa risada.
E se você não o ler...
Bom...
Azar o Seu!


"Eu nunca ligara para um telessexo na vida, seria carência demais até para mim, que já havia digitado "I love you" no Google Tradutor e clicado no botão de 'ouvir' só para me emocionar com a voz da máquina declarando seu amor por mim."
Classificação:


Bom gente, é isso!
Espero que tenham gostado da resenha!

Gostou? Compare e compre aqui
Não deixem de comentar! 

Beijos,
Mah!



16 comentários

  1. Sempre tive vontade de conhecer o trabalho da Carol, sempre adorei muito sua garra e livros super bem humorados! Geralmente me identifico muito com as obras dessa editora e isso só ajudou mais ainda para aumentar minha curiosidade.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Inês!
      É um ótimo livro e pelo jeito a outra obra da Carol deve ser ótima!
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Maaaaar
    A capa desse livro acho super fofa, dá um ar de que ela é meio mandona mais apaixonada rsrs
    Adorei a resenha, super bem explicada, não sei se eu leria! Talvez neste momento não leria mas quem sabe mais pra frente né?
    Beijos Mar <3
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paulo!
      A capa está maravilhosa. Leia sim!
      Beijos!
      Ah... Obrigada <3

      Excluir
  3. Oi Marcela :P

    Até que enfim hein mocinha? hahaha
    Eu também to louca pra ler esse livro, a história parece ser engraçada, fofa e romântica nível infinito haha E a "tchonguisse" da Bia às vezes é o torna a história mais cômica e bacana ainda haha Menina, cê ainda não viu que ele é o Guga? -.-

    Beijocas
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Como demore opulento, tenho vontade de ler Carol Sabar, mas fico receosa, não sei... É um misto de curiosidade de tantos ouvir falarem bem dela e medo de achar pueril... Quem sabe um dia rs
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Soraya!
      Leia sim, acho que você vai gostar!
      Beijos!

      Excluir
  5. Agora fiquei babando aqui e quero me matar! Estou que nem vc tava! Um tempão para ler esse! Acabo sempre passando um outro na frente desse coitado!
    Amei a resenha! Eu amo o gênero! A Meg Cabot é uma das minhas autoras desse estilo que eu amo e muito bom ver uma autora nacional brilhando agora!
    Parabéns pelo texto!
    Beijos
    Ps: Nova: [Resenha + Promo] Não Pare! - FML Pepper - ''Definitivamente, eu estava flertando com a morte.''
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/02/resenha-nao-pare-fml-pepper.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Paula!
      Leia leia leia menina! E não se mate, por favor, rs.
      Obrigada <3
      Adoro a Cabot também, por mais que faz um bom tempo que não leio nada dela!
      Beijos!

      Excluir
  6. Oie, tudo bom?
    Eu fiquei apaixonada pelo livro, pois adoro chick-lits e a escrita da Carol me conquistou. Me lembrou muito os livros da Sophie Kinsella. Guga e Bia são tão fofos que eu li esse livro em apenas um dia.
    <3 Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Aline!
      A escrita da Carol é ótima mesmo!
      Não li nada da Kinsella, mas deve ser ótimo!
      Adooorei o casal, e claro, o Guga <33
      Beijos!

      Excluir
  7. Eu li este livro e gostei. Só achei que a história enrolou um pouco demais pra acontecer, mas o final foi bem bacana.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Sério? Eu adorei a enrolação kkkk
      O Final é maravilhoso!
      Beijos!

      Excluir
  8. Adorei a resenha! Adoro livros engraçados, até fiquei com vontade de ler. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roberta!
      Livros engraçados são muito bons mesmo!
      Leia sim!
      Beijos!

      Excluir

Não deixem de comentar e, claro, deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir!